Conheça 5 razões para comer sushi

Conheça 5 razões para comer sushi

A comida tradicional japonesa continua a conquistar o mundo ocidental: a combinação de arroz com peixe cru ganhou adeptos e tornou-se num dos pratos mais populares. O facto de ser baixo em calorias e muito nutritivo parece ser motivo mais que suficiente para incluir o sushi na nossa dieta, pelo menos uma vez por semana. Mas há mais boas notícias e também algumas cautelas que não se podem ignorar, para quem faz do sushi bar uma segunda casa.

1 – O sushi tem vários nutrientes essenciais para uma alimentação saudável, através da combinação perfeita entre as proteínas do peixe cru, os hidratos de carbono do arroz e as fibras das algas. 

2 – A alga nori que envolve os rolos de arroz é rica em proteínas, vitaminas B e C, cálcio, ferro, potássio e magnésio. Para além destes nutrientes contém altas quantidades de iodo, um mineral que ativa o metabolismo energético. 

3 – O wasabi, utilizado como tempero no sushi, é mesmo considerado um superalimento, sendo extremamente rico emvitamina C, fibras, aminoácidos, proteínas e com propriedades antibacterianas.

4 – Prato leve e nutricionalmente completo, ideal para quem quer iniciar uma dieta, uma refeição de sushi com seis porções tem, em média, 300 kcal. Além disso, o peixe cru e o arroz avinagrado são de fácil digestão. Se está a tentar perder peso o ideal é mesmo optar pelo sashimi (só peixe cru) e evitar versões mais calóricas, como sushi frito, com maionese ou queijo creme. A quantidade de arroz também deve ser tida em conta, já que o caldo usado para lhe dar consistência contém açúcar. 

5 – O sushi vem sempre acompanhado pelo indispensável molho de soja, um condimento que deve ser usado com moderação: uma colher de sopa de molho de soja contém cerca de 1,029g de sódio e ao longo do dia apenas deveríamos consumir cerca de 6 g de sódio. Mas também é certo que este molho é baixo em calorias, cerca de 10 kcal por 20 ml.

 

Em relação aos cuidados a ter, o peixe cru levanta questões no que respeita à segurança alimentar, por poder estar contaminado com bactérias, parasitas, vírus e toxinas. É necessário que o peixe seja congelado a -20ºC para eliminar eventuais parasitas. Depois deve ser descongelado no frigorífico e preparado imediatamente antes de ser servido. Por esse motivo, é importante escolher um restaurante de confiança, onde sejam utilizadas as melhores regras de higiene por parte dos manipuladores, nas instalações e instrumentos usados na confeção. Devem ter especial cuidado com as intoxicações alimentares osidosos, crianças pequenas, mulheres grávidas, pessoas com o sistema imunológico comprometido ou com baixos níveis de ácido no estômago. Se for alérgica à mostarda ou à soja, tenha também atenção redobrada. 

O sushi pode ser comido várias vezes por semana, sem restrições. No entanto, é importante nunca esquecer que devemos fazer uma alimentação variada e adequada, e como tal esta não deve ser a única a fonte de nutrientes. Lembre-se que este prato tem pouca quantidade de peixe e por isso não constitui a porção recomendada para uma refeição.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *