Luxo e Glamour na Avenida da Liberdade

Luxo e Glamour na Avenida da Liberdade


A Avenida da Liberdade é uma das principais artérias da cidade e um dos mais concorridos pontos turísticos de Lisboa. Considerada a 35.ª avenida mais cara e a 10.ª mais luxuosa do mundo, a Avenida da Liberdade disponibiliza, a quem a visita, uma oferta variada e de qualidade, através de diversas áreas de lazer, de comércio e de serviços.
A Avenida conserva, ainda hoje, toda a sua beleza de outrora, com fontes e esplanadas magníficas. Imponente, com 90 metros de largura e pavimentos decorados com padrões abstractos, liga a Praça dos Restauradores, a Sul, à Praça Marquês de Pombal, a Norte. Após o terramoto de 1755, que destruiu grande parte da Baixa lisboeta, foi este o local eleito por Marquês de Pombal – ministro do rei D. José I, que estabeleceu todo o plano reorganizativo da cidade após a catástrofe natural – para favorecer a classe que muito cooperou para o seu plano urbanístico criando, na área ocupada pela parte inferior da Avenida da Liberdade e a Praça dos Restauradores, o então denominado Passeio Público, desenhado em 1764 pelo arquitecto Reinaldo Manuel. Após muita polémica, a zona foi reconstruída entre 1879 e 1882, à semelhança dos Champs-Élysées, de Paris (França), tendo-se tornado numa das mais emblemáticas áreas de Lisboa, sinónimo de elegância e rapidamente transformada numa referência, para as classes mais abastadas aí localizarem as suas residências. Nas últimas décadas, contudo, muitas das construções originais da Avenida da Liberdade foram sendo substituídas por modernos edifícios de escritórios e hotéis. Mas a Avenida detém, ainda, interessantes exemplares da arquitectura de finais do século XIX e inícios do século XX. Ao longo dos seus 1.273 metros de comprimento, esta grande artéria arborizada, tornou-se palco de cortejos, festividades e manifestações. É aqui, por exemplo, que os bairros lisboetas competem, ano após ano, pela melhor marcha, no grande desfile das Marchas Populares, que decorre na famosa noite de Santo António, de 12 para 13 de Junho, numa iniciativa que integra as Festas de Lisboa. A animação da Avenida passou, no entanto, a ser uma constante durante todo o ano, desde a abertura dos seis Quiosques Liberdade. Com um horário de funcionamento alargado, estes espaços têm sido responsáveis por uma programação atractiva que veio trazer um novo dinamismo a toda esta zona. É na Avenida da Liberdade que estão instaladas as melhores lojas e marcas mundiais, tais como Louis Vuitton, Prada, Dolce & Gabbana, TOD’s, Gucci, Burberry, mas também espaços comerciais mais alternativos e comércio tradicional, onde a singularidade da oferta e a atenção personalizada são características comuns. Das maiores marcas internacionais às lojas de comércio tradicional, de vestuário a calçado, passando pelos acessórios, na Avenida da Liberdade é possível encontrar tudo, para todos os gostos. As suas qualidades cénicas, as lojas de prestígio, os hotéis de luxo e os teatros e edifícios históricos, tornam a Avenida da Liberdade num verdadeiro cartão-de-visita da capital portuguesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *